Os hologramas quânticos e a energia em favor da saúde

O que são os Hologramas?

Apesar de o cérebro ser um biocomputador complexo, ele ainda tem necessidade de um programador para instruir o sistema nervoso a respeito das coisas que tem que fazer e de como deve agir. Essa entidade consciente que utiliza o biomecanismo do cérebro e do corpo é a autoconsciência de cada célula, órgão ou tecido; também é a vontade da pessoa – vontade é representada pelo pensamento, sentimento e emoção; também pode ser a consciência, alma ou espírito humano.

O holograma é uma fotografia especial em três dimensões criada por padrões de interferência de energia. Os hologramas também demonstram um notável princípio da natureza, o de que cada parte pode conter o todo ou um padrão de interferência de um fenômeno – essência do todo – e podem ser utilizados de forma efetiva para o tratamento de inúmeras doenças.

O holograma nos proporciona um novo e extraordinário modelo, qual poderá ajudar a ciência a compreender tanto da estrutura energética do universo quanto da natureza multidimensional dos seres humanos, e programar (instruir) de maneira mais eficiente e saudável o nosso cérebro e o nosso organismo.

Um holograma é feito através de um feixe de Luz, passando pela energia do elemento exposto e registrando a informação no campo ontográfico (Akasha).

yin-yang

Os padrões de organização da natureza repetem-se em muitos níveis hierárquicos. Se uma pessoa puder compreender as leis universais, tal como elas se manifestam na matéria no nível do microcosmo, ela também terá mais facilidade para compreender o Universo como um todo. Quando os seres humanos compreenderem realmente as estruturas física e energética de suas mentes, emoções e corpos, estarão muito mais perto de compreender a natureza do Universo e das forças criativas que os ligam a sua origem.

O Universo, como um Holograma Cósmico, neste sentido o “corpo etérico”, é um modelo holográfico de energia que orienta o crescimento e o desenvolvimento do corpo físico. Muitos vêem o corpo etérico como o corpo da matéria — a assim chamada “matéria etérica”. Neste caso, a matéria apresenta uma frequência mais elevada, ou seja: as partículas vibram numa frequência mais elevada, de modo que a matéria etérica é percebida de forma diferente. Não se esqueça de que, se a matéria possui propriedades ondulatórias, então ela tem frequências características. A matéria do assim chamado “universo físico” é meramente matéria com uma determinada densidade ou frequência mais baixa.

A física quântica e a Programação do DNA através de vibrações energéticas

Os estudos atuais, na área da física quântica começam a validar o conhecimento dos antigos que, até muito recentemente foram desprezados como fantasias religiosas e charlatanices. Porém hoje através de grandes cientistas das telecomunicações e cientistas russos que reuniram linguistas e geneticistas em um estudo sem precedentes, fizeram investigações científicas nos indicando que o DNA pode ser alterado e reprogramado por palavras e frequências, sem fragmentar ou substituir genes individuais, ou seja, mantendo a sua originalidade.

Os resultados alcançaram conclusões inesperadas: o DNA, não somente é responsável pela construção dos nossos corpos, mas também serve como um arquivo que reúne informações intercambiáveis em toda a escala biológica do universo. Os linguistas russos, descobriram que o código genético se organiza seguindo as mesmas regras de todas as linguagens humanas.

Os elementos alcalinos dos genes têm gramática e regras semelhantes a um idioma: sintaxe, que é a forma como se combinam palavras para estruturar frases e orações; semântica ou significados. As linguagens humanas, as falas, não se formaram ao acaso em suas estruturas fundamentais; antes, seriam um reflexo da linguagem do DNA que, por sua vez, poderá ser afetado pela influência da vibração de um verbo.

O biofísico e biólogo molecular Pjotr Garjanev e outros cientistas também pesquisaram o comportamento vibratório do DNA: descobriram que os cromossomas vivos funcionam como computadores solitonicos-holográficos (sensíveis receptores e retransmissores de ondas vibratórias muito sutis) usando radiação laser ou autoconsciência de cada célula, do DNA endógeno. Isso significa que alguém pode, de fato, usar palavras como as orações, o falar e o pensar (porque pensamento também produz emissão de energia vibratória), para a reprogramação do próprio DNA.

Há milhares de anos, mestres espirituais e religiosos da antiguidade sabiam que o corpo humano poderia ser programado, controlado, configurado e reconfigurado, por meio da linguagem, das palavras e do pensamento.

A surpresa maior, porém, foi descobrir a maneira como o código genético armazena as informações. Garjanev explica: “Imaginemos uma biblioteca que ao invés de arquivar milhares de livros somente guarda todos os caracteres necessários de todos alfabetos utilizados em todos os livros do acervo. Quando solicitamos uma informação à essa biblioteca “mágica”, os caracteres se reúnem adequadamente apresentando o livro, páginas ou trechos solicitados.”

Essa hipótese produz especulações ainda mais fabulosas: a biblioteca está fora do equipamento biofísico dos corpos humanos; as informações não estariam nos cérebros mas em algum lugar que chamamos de campo ontológico, conhecido pelos indus como Akasha que utiliza as cristalizações dos eteres que compõem o prana para gravar as informações no Akasha. O DNA estaria, então em condições de se comunicar permanentemente com este reservatório universal de conhecimento.

O poder da Palavra e do Pensamento na Co-Criação

Se cada um de nós fossemos conscientes de que a energia liberada em cada palavra afeta não somente aquele a quem nos dirigimos mas, também, a nós mesmos e ao mundo que nos rodeia, começaríamos a ser mais cuidadosos com o que dizemos e pensamos.

Os antigos essênios (e outros e grandes Sábios de outras culturas antigas) sabiam da existência do enorme poder contido na oração, no verbo, na palavra. Os alfabetos das línguas antigas, como sânscrito, grego, aramaico e hebraico são fontes de poder em si mesmos. Nas culturas do antigo oriente eram e ainda são utilizados os mantras, rezas, cânticos com uma intenção predeterminada como técnicas para materializar e realizar estados de ser subjetivos e programar, de uma forma que muitas ciências atuais ignoram conhecidas como realidades pensadas, desejadas.

Os pesquisadores Dan Winter, Fred Wolf e Carlos Suarez, desenvolvendo um programa de computação para estudar as ondas sinusoidais (freqüências de onda) emitidas pelo coração enquanto o sujeito é submetido a provocações emocionais, em certa fase dos experimentos, usando um espectrograma, analisaram as vibrações do Sânscrito, uma das linguagens mais antiga do mundo. Descobriram que os pictogramas (as figuras), os símbolos do alfabeto sânscrito correspondem exatamente com a figura formada pela longitude de onda do som de cada palavra.
Também comprovaram que os símbolos do alfabeto são representações de figuras geométricas.

O Livro do Gênesis foi escrito no hebraico aramaico, língua filha do Sânscrito. As letras dos antigos alfabetos são formas estruturadas de energia vibracional que projetam forças próprias da estrutura geométrica da Criação. Assim e por isso que com o verbo é possível tanto criar quanto destruir.

O ser humano empresta (fornece, confere) com suas emoções, desejos e sentimentos, o PODER aos símbolos do alfabeto, às suas formações (palavras e tonalidades), quando soma à energia própria do caractere símbolo, letra, fonema, palavra, a energia de sua intencionalidade pessoal. Isso converte os Homens em responsáveis diretos pelos processos criacionais e infelizmente até destrutivos da Vida.

O uso do Sânscrito na evolução da tecnologia de ponta

O sânscrito tem o poder de dizer uma frase em um número mínimo de palavras, mais do que qualquer outro idioma. Os EUA possuem uma universidade dedicada ao sânscrito e a NASA também possui um departamento para pesquisar manuscritos em sânscrito.

O sânscrito é o melhor idioma amigável para o computador. Na verdade, a NASA declarou que era a “linguagem falada unicamente inequívoca no planeta” – e muito adequado para a compreensão do computador.

Um relatório da NASA declara que os EUA estão criando super computadores da 6ª e 7ª geração com base na linguagem sânscrita. Microsoft testa a linguagem sânscrita do DNA para armazenar 1 trilhão de gigabytes 1 (zettabyte) em um grama. Assim, a Microsoft vai entregar dados como uma sequência digital de DNA em forma física usando biologia sintética.

Como funciona a terapia integrativa na programação cérebro-corpo

Nos casos em que a pessoa busca um terapeuta, esta pessoa dá está permissão de programar o biomecanismo cérebro-corpo para o terapeuta que, em sua intencionalidade, consciência, boa vontade e conhecimento, faça o melhor pela sua saúde.

O que chamamos de domínio terapêutico faz parte de uma série de sistemas energéticos de dimensões mais elevadas e que estão em contato direto com o hardware que conhecemos pelo nome de cérebro e corpo, emoções e pensamentos, que na integralidade formam uma pessoa.

A palavra, junto com o poder da vibração, é capaz de criar, curar e também destruir. A teoria e a prática indicam que quando, como terapeutas, focamos nossa mente em algo, e a isto somamos sentimento e emoção, para finalmente expressá-lo, estamos exteriorizando e materializando um poder, um agente programador que poderá afetar os reinos da matéria.

salto_quantico

A integração da natureza energética do ser humano com a medicina

A compreensão da nossa natureza multidimensional e sua aplicação nas modalidades médicas baseadas nas energias sutis permitirá que a medicina possa selecionar sua real necessidade de recorrer ao uso de drogas e à realização de cirurgias, e passe a adotar inicialmente métodos de cura mais naturais e menos traumáticos antes de se chegar ao extremo medicamentoso ou seccional, não negando que possa existir a sua necessidade, mas antes tentar métodos naturais seria o lógico da mecânica da vida.

Além do mais, à medida que os cientistas começam a reconhecer a dimensão espiritual dos seres humanos e as leis de expressão da força vital, a aceitação do nosso relacionamento com esses sistemas energéticos de alta frequência acabará nos conduzindo a uma fusão entre a ciência e a espiritualidade.

A tendência para as medicinas Integrativas e Complementares dentro da medicina acabará levando os médicos a reconhecer que para as pessoas gozarem de boa saúde elas precisam ter um relacionamento integrado entre o corpo, a mente e o espírito.

O movimento da força vital para dentro dos sistemas fisiológico/celular é controlada não apenas pelos padrões de interferência sutis existentes no interior do corpo etérico, como também pela entrada de energia de frequências mais elevadas no sistema energético humano. Várias modalidades de cura vibracional tais como a homeopatia, as essências florais, os cristais, o eletromagnetismo entre outros, podem influenciar esses padrões sutis, e contribuir para melhorar o funcionamento do organismo e para curar as doenças.

Conforme demonstram os remédios homeopáticos típicos, as características vibracionais são geralmente fixadas no agente universal de armazenamento da natureza: “a água”. Os padrões energéticos (um tipo de holograma) sutis armazenados na essência vibracional, podem ser usados para influenciar os seres humanos em diversos níveis interativos.

Existe um grande número de remédios vibracionais obtidos a partir da mãe Natureza. As essências de flores vivas estão entre as mais antigas modalidades naturais de cura.

Os médicos veem o corpo como uma espécie de grandiosa máquina controlada pelo cérebro e pelo sistema nervoso autônomo: o supremo computador biológico.  Não seriam eles complexos sistemas biológicos em interação dinâmica com uma série de campos interpenetrantes de energia vital… a assim chamada “alma da máquina” ou egos, pensamentos e emoções, que se intercambiam de acordo com as suas necessidades?

Quando a medicina atual se der conta que essências florais (e elixires de pedras preciosas) podem operar em conjunto com os sistemas naturais celulares e com os sistemas energéticos sutis, a fim de permitir que o corpo, a mente e o espírito readquiram a orientação e o equilíbrio apropriados através dos caminhos mais naturais, estarão no caminho da saúde integral do ser humano.

cerebro holografComo são utilizados os Hologramas?

O sistema de meridianos faz parte de uma rede energética que promove a transferência das energias da força vital (do corpo etérico para o corpo físico) através de um mecanismo especial conhecido como interface físico-etérica, ou campo eletromagnético.

As energias dos corpos sutis estão intimamente ligadas ao corpo físico por meio dessa extraordinária interface do campo eletromagnético. Através de sua ligação com a glândula pineal, com a amídala cerebral e sistema límbico, essa rede biocristalina ajuda a coordenar a transferência de informações das camadas superiores da consciência (isto é, os níveis astral, mental e causal) para a personalidade física.

Por tal motivo os hologramas podem ser aplicados através da glândula pineal ou através da bioenergética utilizando o Reflexo Góiz.

Os terapeutas fornecem a ajuda necessária para “empurrar” todo o sistema energético de um paciente de volta para um estado de homeostase (equilíbrio). Esse impulso curativo energético possui propriedades negativamente entrópicas e auto-organizadoras que ajudam as células a criar ordem e desordem ao longo de rotas de expressão celular seletivamente definidas.

O funcionamento deste impulso curativo polariza o sistema energético do paciente, gerando uma corrente eletromagnética entre os sistemas circulatório e nervoso. Na verdade, existe uma estreita ligação entre esses dois sistemas — relacionada com a força vital e a consciência e entre Sistema Nervoso Simpático e Parassinpático explicada atualmente pela Nova Medicina Germânica do Dr Hammer.

A força vital atua principalmente através do sangue, ao passo que a consciência atua mais através do cérebro e do sistema nervoso. Esses dois sistemas apresentam propriedades semelhantes às do cristal de quartzo e de uma corrente eletromagnética. As células sanguíneas, especialmente os glóbulos brancos e as hemácias, apresentam propriedades quartzosas mais acentuadas e o sistema nervoso a corrente eletromagnética mais intensa.

A força vital e a consciência usam essas propriedades para penetrar no corpo físico e estimulá-lo. Os corpos físico e sutil apresentam diversas estruturas quartzosas que aumentam os efeitos dos remédios vibracionais. No corpo físico, essas áreas incluem os sais celulares, o tecido gorduroso, a linfa, as hemácias e glóbulos brancos e a glândula pineal.

Essas estruturas cristalinas formam um sistema completo no interior do corpo. As estruturas atuam através de uma espécie de ressonância simpática. Existe uma sintonia entre as propriedades cristalinas dos corpos físico e sutil, de um lado, e muitos remédios vibracionais especialmente essências florais e elixires de pedras preciosas, do outro. Essas propriedades do corpo aumentam a força vital dos remédios vibracionais a um nível suficientemente elevado para que ela possa ser assimilada.

Na verdade, essas propriedades cristalinas são pontos de retransmissão através dos quais a maior parte das energias etéricas penetram no corpo físico. Isso permite uma distribuição equilibrada e em frequências corretas de várias energias, o que estimula a eliminação da toxicidade e contribui para produzir condições para o surgimento de uma condição saudável.

Esse fenômeno é semelhante ao que acontece quando vibrações na faixa de frequência das ondas de rádio atingem o cristal de um rádio receptor. O cristal vibra com as ondas de alta frequência, de modo a absorvê-las, e as transforma em audiofrequências que podem ser percebidas pelo ouvido humano.

Os médicos frequentemente têm observado que quando uma pessoa fica emocionalmente perturbada, a energia sutil de seu organismo se enfraquece, aumentando a probabilidade de que ela venha a contrair alguma doença. Dispondo de terapias integrativas energéticas , um terapeuta pode — tal como um cirurgião ao retirar um tumor — livrar o corpo energético dos padrões negativos, permitindo que o corpo físico retorne a um estado de integridade.

 

Fonte:  http://blog.parmagnetico.com.br/o-que-sao-hologramas/

 

Gostou? Compartilhe com seus amigos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on print

Este post tem 0 comentários

  1. Ana

    Silvia será um prazer!!!! Curta nossa página no Facebook, Instagram e aqui no site mesmo e fique conectada com nossas publicações!!! Você consegue acessar todos os links aqui pelo site mesmo!

  2. Ana

    Se puder compartilhe com seus amigos que tenham os mesmos interesses e vamos fazer crescer está rede de conhecimento é energia! Um grande beijo!

Deixe uma resposta

Blog Vidha Vera

Este é um espaço pensado para compartilhar conhecimento e experiências relacionados ao desenvolvimento humano e às terapias integrativas. Convidamos a deixarem sua opinião sobre os temas publicados, para que possamos conhecer mais sobre vocês e seus principais interesses.

Categorias

Agenda